acerte no inventario da sua loja

Acerte no inventário! Realize em simples passos com um sistema

O inventário de estoque geralmente é feito com a intenção de realizar uma comparação entre sistema e estoque físico, para que o departamento de compras consiga adquirir mercadoria com eficiência e assertividade.

Ele é essencial para conferir se existem erros no sistema ou planilha de Excel, dependendo da forma como você controla o estoque dos produtos disponíveis.

Esse é um método comumente utilizado em todo o mundo, afinal, é com ele que você perceberá como realmente está o seu caixa e qual é o seu real potencial de venda.

Para entender melhor como o inventário de estoque funciona e encontrar dicas que possam te ajudar, leia esse post até o final!

Escolha o momento certo para fazer o inventário

É extremamente importante que você escolha o momento certo para fazer o inventário, afinal, esse é um trabalho que vai precisar de todos os produtos da loja para fazer as contas de maneira acertada, sem distrações.

Mas afinal, qual é o melhor momento?

O recomendado é que ele seja feito antes ou depois do período do expediente, em uma época do ano em que não hajam tantas vendas para que não tenham grandes entradas e saídas do estoque enquanto o inventário é feito.

De modo geral, as lojas costumam escolher o horário da madrugada ou o dia em que as mesmas não abrem.

Mas, se você precisar realizar o inventário durante o expediente, o recomendado é que escolha uma categoria de produtos com pouca quantidade, para que seja uma contagem rápida e assim não atrapalhe as vendas.

Além disso, também é importante anotar quando o inventário foi feito em um lugar onde não irá se perder e terá acesso fácil. Assim, você conseguirá se programar melhor para as próximas contagens.

Categorize os Produtos

Uma boa forma de agilizar o seu inventário é através da categorização dos produtos. Por exemplo, ao começar a realizar a contagem de um modelo de camiseta, é recomendável que já faça todos os outros para que você consiga ter controle sob a mercadoria.

Nesse caso, vale criar subcategorias também, como no caso da camiseta: com ou sem estampa, com ou sem manga e por ai vai. Um outro exemplo de subcategoria seria através de fornecedores.

Caso os seus produtos tenham nomes famosos e específicos, essa também pode ser uma subcategoria.

Uma boa dica é agrupar os produtos de uma categoria em um único lugar, para que você consiga encontra-los com maior facilidade.

Além disso, os lojistas muitas vezes acabam subestimando a contagem individual de cada produto. Contudo, ela é necessária para que não hajam erros ao tentar agilizar o inventário e acabar causando retrabalho.

Analise as compras pós inventário

O inventário é ótimo para te auxiliar nas compras, afinal, com ele finalizado é possível entender quais peças estão em excesso no estoque e quais estão em falta, assim você consegue comprar com mais assertividade com base nas necessidades reais.

Além disso, com a análise certa você terá um maior controle do custo que pode ser gerado com a venda dos produtos que ainda estão em estoque.

O inventário também é ótimo para entender melhor os gostos do seu público e aproveitar para fazer liquidação daquilo que está em excesso no estoque.

Confira dicas para realizar relatórios gerenciais eficientes:

Relatórios gerenciais: qual sua importância e como eles podem aumentar resultados na empresa, clique e saiba mais

Entenda melhor o giro de estoque

Com o inventário pronto e analisado, você consegue fazer escolhas assertivas para realizar o giro de estoque.

Afinal, conseguirá ter dados corretos para avaliar a quantidade média de saídas e entradas, além estipulação da próxima data de reposição.

Para conseguir fazer uma giro de estoque correto, confira o post: Giro de produtos no estoque: qual o impacto e importância dessa tarefa

Use um bom sistema de gestão

Para realizar o controle completo do inventário, de maneira rápida onde a categorização seja feita com eficiência, o mais indicato é um bom sistema de gestão, assim como o Sintec.

Para testar gratuitamente o sistema Sintec da RenaSoft, clique aqui.

Além disso, o software também é bem mais seguro que uma planilha de Excel por exemplo, já que tem a possibilidade de armazenar os dados em nuvem.

Conta nos comentários o que achou do post, vou adorar saber!

Até o próximo!

Deixe um comentário