Confira os maiores DESAFIOS dos caminhoneiros autônomos

Existem muitos desafios que fazem parte do dia a dia dos caminhoneiros autonomos, confira aqui algumas dicas para encarar esses obstáculos!

O setor de transporte rodoviário conta com uma evolução constante que foi acelerada com a pandemia do COVID-19. Vários dos desafios que faziam parte do dia a dia de caminhoneiros em todo o país, foram trazidos à tona em 2020 e passaram a ser reavaliados nesse meio tempo.

Diversos problemas foram evidenciados, como a instabilidade da economia que afetou diretamente na demanda de certos negócios enquanto, em contrapartida, houve o aumento da procura em e-commerces.

As lojas virtuais tiveram um destaque considerável no mercado por conta da pandemia, que resultou em uma quarentena onde as pessoas precisaram ficar em casa.

O comportamento do consumidor mudou, o que também acabou trazendo novos desafios que farão parte de novos e antigos caminhoneiros que se jogam diariamente nas estradas brasileiras, afim de transportar diversos tipos de cargas.

Mas, para sanar todas as dúvidas e te ajudar a ficar por dentro de todos os obstáculos que caminhoneiros autônomos enfrentam no cotidiano, separei aqui os 6 maiores desafios enfrentados nesses últimos tempos.

1- Valor variável do Combustível

Infelizmente, vários dos maiores desafios para os caminhoneiros autônomos nem sempre dependem apenas deles, muitos desses obstáculos acabam acontecendo por motivos externos que não possuem uma resolução fácil.

O valor variável do Combustível acaba afetando diretamente os trabalhadores do setor de transporte rodoviário, pois os custos acabam sendo imprevisíveis já que os valores são diferentes em todas as regiões do país e até mesmo na mesma localidade.

Com isso, torna-se mais difícil realizar um planejamento financeiro para prever gastos e assim cobrir todas as despesas. É recomendado que haja uma precaução com esses valores sendo que possíveis aumentos devem ser considerados previamente.

Uma boa dica para não sofrer tanto com o aumento inesperado do combustível, é registrar todos os dados financeiros e abastecimentos em um bom sistema de gestão, para poder realizar uma comparação da média dos seus gastos em conjunto com os ganhos, e assim não sair perdendo nada.

Caso queira, teste o TMS da Renasoft gratuitamente.

imagem azul com caminhão de fundo indicando o teste gratuito do sistema da renasoft

2- Insegurança nas estradas

Esse é um assunto muito frequente quando falamos sobre o setor rodoviário de transporte, pois muitas das estradas brasileiras não possuem infraestrutura correta. Ainda é comum encontrar buracos, estradas mal asfaltadas, falta de sinalização e muitos outros problemas decorrentes das ruas.

Porém, a falta de segurança pode ir muito além, já que os caminhões geralmente são a “casa” dos motoristas, é onde eles passam a maior parte do tempo e até mesmo dormem em alguns casos.

Fato esse que acaba sendo muito perigoso, pois ainda existem muitos roubos e furtos na área, além da falta de lugares seguros para descansar. Dessa forma, torna-se essencial a contratação de seguro para a carga e a frota.

Além disso, acidentes são constantes pelo território brasileiro, já que há uma exposição grande por parte dos caminhoneiros que vivem na estrada com péssimas condições.

A confederação nacional do transporte fez um estudo em 2016 que indicava que 58,2% das rodovias não estão em condições adequadas para o transporte rodoviário, fazendo com que muitos desastres aconteçam.

Nesse caso, um sistema de gestão com integração ao seguro também pode ajudar, já que toda a frota pode ser cadastrada e conseguir benefícios que o TMS pode oferecer.

3- Altos custos de manutenção

Os caminhões precisam de manutenção periódica para evitar desgastes que levem a acidentes, por conta disso, os custos para manter a frota pode ser alta dependendo do tipo de caminhão escolhido para o transporte rodoviário.

Dados divulgados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) estimam que o Brasil conte com uma frota de 1.746.124 em veículos de cargas sendo que cerca de 648.751 desses caminhões têm uma idade média de 16 anos.

O que acaba sendo uma grande desvantagem para os autônomos com relação às empresas, pois as mesmas segundo o estudo da ANTT, possuem caminhões que contam com uma média de 8 anos de idade.

Isso faz com que muitas empresas confiem e prefiram contratar frotas das transportadoras maiores, por considerar um nível maior de segurança por parte de caminhões mais novos.

Uma boa forma de lidar com esse problema é controlando toda a manutenção necessária que deve ser feita no seu caminhão. Quando você sabe a frequência que precisa realizar trocas ou ajustes, há um planejamento financeiro que pode ser pensado na cobrança de cada frete.

Veja mais:

4- Falta de controle financeiro adequado

Muitos caminhoneiros autônomos acabam não fazendo ou criando um controle financeiro adequado para os caminhões, de modo que acabam sem um gerenciamento assertivo, resultando na falta de conhecimento sobre quais são todos os seus gastos e ganhos.

A verdade é que além da tabela de frete disponibilizada pela ANTT, existem outros custos paralelos que devem ser considerados, como a documentação obrigatória, pedágios, manutenção da frota, salário, multas, custos de viagem e muito mais! Veja o nosso post completo sobre: Tabelas de frete: Como calcular, Preços, ANTT e mais!

mãos fazendo conta para indicar o post "Tabelas de frete: como calcular, preços, antt e muito mais". Clique e seja redirecionado

O controle financeiro deve considerar tanto os custos fixos (aqueles que não mudam, independente do caminhão estar em rota ou não) e os custos variáveis, em outras palavras, custos que dependem da movimentação do veículo.

Além disso, é importante controlar todas as entradas e saídas através de uma boa conciliação bancária, que consiste em comparar os dados bancários com os dados registrados em uma planilha ou sistema de gestão, obtendo controle total das entradas e saídas. Para saber o passo a passo de uma conciliação bancária, clique aqui.

Imagem de uma calculadora para indicar o post "5 passos para fazer conciliação bancária", imagem clicável

5- Setor com constante crise

O setor rodoviário é responsável por levar todos os tipos de cargas em todo o país. Todos os materiais essenciais são transportados dessa forma, fazendo com que a circulação dos caminhões seja fundamental para o funcionamento de toda a economia.

Mas, como o combustível está em constante alteração, o setor acaba sendo diretamente afetado, o que acaba resultando em greves de motoristas e fechamento de rodovias, impossibilitando que a rota seja percorrida.

Esse acaba sendo mais um desafio para os caminhoneiros autônomos, já que dependem exclusivamente da renda própria para se sustentar e muitas vezes, sustentar a família.

Porém não podemos desconsiderar que as greves são primordiais para que os valores dos combustíveis sejam justos e dessa forma, todos os profissionais do transporte consigam trabalhar com a valorização merecida.

Vale ficar por dentro de um grupo de caminhoneiros para conseguir prever essas greves e assim planejar rotas específicas para conseguir manter a renda e assim obter um bom fluxo financeiro.

6- Falta de Gestão nos Processos

Por último, um dos grandes desafios dos caminhoneiros autônomos se trata da falta de gerenciamento adequado nos processos referente a frota.

A ausência de investimento em um sistema de gestão que tem um controle completo dos veículos acontece, muitas vezes, pela falta de consideração do software como um investimento essencial.

Fato esse que acaba resultando em profissionais da área que perdem dinheiro ao realizar um controle inadequado e incorreto.

Alguns princípios simples como o controle de pneus, cálculo correto da rota e o gerenciamento do próprio pagamento acabam ficando em segundo plano, sem a atenção necessária.

Por isso, a falta de organização dos processos acaba sendo um grande desafio que pode ser resolvido com a contratação de um bom TMS. Caso você nunca tenha testado e não sabe como funciona um sistema TMS, veja gratuitamente como ele pode te ajudar.

imagem azul com um caminhão de fundo com as frases "teste o sistema gratuitamente" e "clique aqui e baixe agora"

Caso tenha alguma sugestão de post, comenta aqui embaixo!

Até o próximo.

Deixar uma resposta