Gestão em tempos de Pandemia

Conheça recomendações e dicas para enfrentar os tempos difíceis de pandemia na sua empresa

A pandemia de coronavírus chegou ao Brasil e, infelizmente, muitos negócios foram extremamente afetados pelo estabelecimento da quarentena. Assim, para os administradores, a mistura de gestão e pandemia têm sido um desafio e tanto para a nova realidade do país.

Com novos negócios parados, fornecedores fechados, colaboradores impossibilitados de ir ao trabalho, entre outros pontos, é preciso ter muita resiliência e planejamento para que a gestão funcione durante essa grande crise.

Desse modo, preparamos um artigo mais do que especial para falar de gestão e pandemia, onde trazemos algumas dicas e boas práticas para reduzir o impacto financeiro causado nos negócios.

Continue lendo o conteúdo abaixo e boa leitura!

Gestão e pandemia: como enfrentar a crise do coronavírus?

Essa é uma questão muito delicada e que deve, sempre, ser abordada com bom senso. Sabemos que a realidade imposta pela doença, obrigatoriamente, causou muitas mudanças no mercado e impôs o fechamento de vários negócios, micro, pequenos, médios e grandes.

Assim, os gestores precisam repensar suas decisões, desenhar novos planejamentos, traçar novas metas e, principalmente, administrar sua equipe que também foi igualmente impactada pela realidade da pandemia.

Portanto, foi considerando esse cenário que levantamos algumas dicas e recomendações que podem ser adotadas por alguns negócios. Sabemos que nem todas as sugestões se aplicam para a realidade das empresas brasileiras, mas é importante lutar para manter a companhia viva nesse período. Confira as dicas:

1. Estabelecer uma equipe para tratar emergências

Quando várias mentes inteligentes se juntam, a chance de aparecerem soluções eficientes aumenta drasticamente. Com isso, o gestor sempre deve evitar o “heroísmo” ao agir sozinho e, dessa forma, tentar resolver os problemas sem qualquer tipo de ajuda.

Dessa forma, montar uma equipe para pensar na resolução de problemas pode ser uma boa saída nesse momento de crise. Portanto, é fundamental criar um comitê para enfrentamento da pandemia e, por meio dele, resolver cada questão da melhor forma possível.

2. Manter a comunicação e transparência ativas

Por mais que não exista uma resposta correta para resolver cada situação existente, é sempre importante que a empresa comunique claramente cada colaborador para evitar ansiedade e frustração dos mesmos.

Além de transmitir a realidade dos negócios, a comunicação transparente vai evitar as fofocas de corredor, que podem se tornar um problemão para a gestão da empresa. Portanto, é essencial manter um canal de comunicação sempre aberto durante a pandemia.

3. Conserve o bem estar físico e mental dos colaboradores na gestão de pessoas

Mais um ponto importante para o administrador da empresa, independentemente do tamanho da organização, é a manutenção da saúde física e mental dos colaboradores. Nesse ponto, eventualmente eles vão passar por queda de rendimento e ansiedade com a incerteza, então é preciso agir rapidamente.

Além da saúde física, com a limpeza regular dos locais de trabalho, para empresas que seguiram com o ritmo normal de trabalho, os gestores também precisam pensar no fornecimento de equipamentos de proteção individual, para que todos fiquem saudáveis e longe de qualquer risco.

Na questão psicológica, é importante contratar ajuda especializada para acompanhar os casos mais graves, manter a comunicação transparente e mostrar quais as ações que a organização está tomando para se manter viva durante a crise. Isso vai ajudar a acalmar os ânimos e também diminuir o estresse causado pela pandemia.

4. Trate cada situação de forma pontual

Algumas equipes são privilegiadas e podem ter seu trabalho realizado de casa. Nesse ponto, a adoção do home office é uma saída muito interessante para que o trabalho não pare e, por consequência, a empresa não sofra tanto durante a crise.

Assim, é importante ter esse pensamento de gestão e pandemia, onde as ações tomadas vão impactar bastante os negócios. Portanto, prepare o comitê de gestão da crise e pense sempre primeiro no bem estar dos colaboradores, que precisam estar com saúde e preparados para trabalhar.

Com isso em mente, tome decisões que minimizem o risco de contaminação no ambiente de trabalho, mesmo que as ações nunca tenham sido realizadas antes. A adoção de home office, férias coletivas, horários flexíveis e outras atitudes, por exemplo, podem ajudar muito a manter o desempenho do trabalho.

5. Prepare o caixa da empresa

Esse é um ponto delicado e que, infelizmente, precisamos abordar. O financeiro da empresa, durante a crise do coronavírus, certamente é a área mais preocupante para o gestor, que precisa administrar o caixa para evitar que o dinheiro simplesmente acabe.

Aqui, temos duas saídas imediatas: encontrar e cortar custos e buscar fontes de crédito para aguentar o momento do país sem causar demissões em massa na empresa. Nos dois casos, o objetivo é mitigar o impacto financeiro em todas as áreas da organização.

Assim, algumas atitudes valem muito nessa hora: renegociar prazos de pagamento de fornecedores, conquistar descontos em serviços e produtos adquiridos, parcelar algumas aquisições realizadas e cortar o desperdício de recursos imediatamente.

Além disso, é importante buscar crédito no mercado, onde o governo e algumas financeiras estão oferecendo taxas atraentes para isso, com o objetivo de manter as finanças da empresa em dia. Lembre-se que essas medidas, mesmo que indesejadas, podem ser o diferencial entre vida e morte do negócio.

6. Diminua o lucro para fazer caixa rápido

Em alguns casos, uma solução temporária interessante pode ser a queima de estoque para fazer caixa rápido. Assim, se sua empresa vende produtos, uma promoção para incentivar o consumo pode ser uma saída inteligente.

Já os fornecedores de serviço podem oferecer grandes descontos para manter o fluxo de dinheiro no negócio. Desse modo, é importante abrir mão do lucro para que todos os colaboradores tenham seus empregos preservados.

Leia também: Comunicado sobre as medidas que a RenaSoft irá tomar em relação ao Coronavírus (Covid-19)

Acalme-se, tudo vai ficar bem

Por mais que seja difícil a crise que estamos vivendo, a gestão e pandemia são assuntos que não podem ser ignorados nesse momento. Portanto, é preciso trabalhar ainda mais duro para que as coisas fiquem bem.

Nesse caso, é importante evitar as decisões mais “fáceis” e que parecem ser o único caminho nesse momento. As demissões em massa, por exemplo, são um desses casos, onde as gestões acabam optando por dispensar colaboradores, quando não há – em muitos casos – uma verdadeira necessidade de fazê-lo.

Mas lembre-se: cada empresa tem uma situação própria, então é importante avaliar a real situação do negócio para que, assim, seja possível tomar as melhores decisões possíveis. Com esse pensamento em vista, certamente os gestores terão mais condições de lidar com a crise e vencer ao final dela.