Relatórios gerenciais: qual sua importância e como eles podem aumentar resultados na empresa

Descubra como os relatórios gerenciais são fundamentais para uma boa administração da empresa, independentemente do tamanho, por proporcionarem uma visão macro e atuação rápida, se necessário, nas principais áreas do negócio.

Os relatórios gerenciais são aliados importantes na hora de administrar a empresa com eficiência, pois permitem uma visão macro rápida do andamento do negócio e, com isso, possibilitam intervenções pontuais nos principais problemas da organização.

Esses benefícios ajudam a escalar várias áreas do negócio, otimizando a rentabilidade, lucratividade e, principalmente, eliminando os desperdícios financeiros ao longo do tempo. Assim, utilizar os insights obtidos a partir dos relatórios é uma questão obrigatória para qualquer bom gestor.

Quer saber como os relatórios gerenciais são importantes na rotina administrativa? Leia o conteúdo que preparamos até o final!

O que são e quais os objetivos dos relatórios gerenciais?

De forma bem prática, os relatórios gerenciais são documentos gerados por sistemas ERPs que trazem informações importantes aos gestores de um negócio. A partir deles, o gestor pode analisar os dados fornecidos para tomar decisões melhores e que contribuam para a evolução empresarial.

Assim, um relatório gerencial bem estruturado e com informações pertinentes é um aliado importante na rotina administrativa de qualquer empresa, seja de pequeno, médio ou grande porte, pois permite um entendimento rápido, bem como intervenções ágeis nas situações do dia a dia.

Objetivo

O objetivo deste documento vai variar conforme a necessidade do gestor, então não temos uma regra específica para todos os negócios. Desse modo, é preciso ter em mente que qualquer relatório criado precisa se enquadrar nas duas situações:

  1. Ele precisa ter um motivo real e sólido para ser utilizado. Ou seja, o relatório só deve ser criado se realmente ajudar na tomada de decisões;
  2. Os dados contidos no documento precisam ser úteis e, de maneira alguma, podem confundir ou gerar conclusões precipitadas e/ou errôneas.

No mais, é importante que os relatórios ajudem na boa administração da empresa, visando reduzir desperdícios, aumentar a rentabilidade e, principalmente, a lucratividade.

Como os relatórios gerenciais são compostos?

Agora que entendemos que esses documentos são aliados importantes para gestores de empresas, vamos conhecer e entender os principais relatórios – ou, pelo menos, os mais básicos – para uma boa administração.

Como falamos anteriormente, a criação dos relatórios vai depender da realidade e necessidade de cada gestor. No entanto, é importante partir de uma base sólida para que essas análises sejam feitas, no mínimo, com boa qualidade.

Uma vez que os documentos estejam bem consolidados na administração do negócio, é possível evoluir as análises e obter ainda mais dados para auxiliar na melhoria geral do empreendimento.

Com isso entendido, vamos conhecer os principais relatórios gerenciais existentes:

Relatórios Financeiros

O conhecimento da saúde financeira de uma empresa é, sem dúvida, um dos pontos mais importantes para a boa administração do negócio. A partir do entendimento das finanças, é possível se organizar no presente e planejar o futuro de forma muito assertiva, isto é, sem comprometer os próximos passos do empreendimento.

Assim, uma boa análise vai entender se o caixa da empresa está preparado para arcar com situações futuras, sejam investimentos, pagamento de fornecedores, salários, compra de equipamentos e novas contratações, por exemplo. A partir de um relatório financeiro bem definido, o gestor conseguirá compreender se a empresa deve ficar em alerta ou não.

No geral, alguns relatórios dessa categoria são importantes para a rotina gerencial:

  • DRE (Demonstrativo de Resultado do Exercício): mede a lucratividade da empresa em um determinado período;
  • Fluxo de caixa: faz um balanço entre todas as movimentações financeiras em um período, sejam as receitas (entradas) ou despesas (saídas) da organização;
  • Relatório Orçamentário: é utilizado para fazer uma projeção das receitas e despesas, para que seja possível entender a saúde financeira da organização em médio e longo prazo;
  • Balanço Patrimonial: demonstra como está o patrimônio financeiro da empresa, considerando os ativos, passivos e o patrimônio líquido da mesma.

Ainda existem outros relatórios que servem como indicadores para o gestor entender o cenário e tomar as melhores decisões possíveis no dia a dia, considerando que cada escolha tem impacto direto no futuro da organização. Sendo assim, é importante utilizar os relatórios financeiros com inteligência e sabedoria.

Relatórios de Vendas

Os relatórios de vendas permitem entender o andamento de cada negócio realizado em um determinado período para que, a partir dos dados obtidos, seja possível fazer projeções futuras e, assim, entender como será o cenário nos próximos dias, meses e anos.

Nesses documentos, podemos ter várias informações pertinentes à área de vendas, como: número de clientes, desempenho por vendedores, produtos vendidos, valores negociados, formas de pagamento utilizadas e período em que cada venda foi realizada, entre outras informações pertinentes ao negócio.

Com os dados em mãos, é possível realizar projeções e alocar recursos para melhorar os números, corrigir problemas ou se preparar para um cenário de crise, que é igualmente importante para o futuro de qualquer organização.

Relatórios de Satisfação do Cliente

Da mesma forma que os relatórios anteriores eram importantes, os relatórios gerenciais de satisfação do cliente são essenciais no auxílio ao gestor, pois eles permitem identificar problemas pontuais nos serviços ou produtos oferecidos, bem como o entendimento da origem do problema.

Assim, um serviço que gera muita insatisfação do público pode mostrar que algum colaborador está entregando uma qualidade de atendimento abaixo da esperada, por exemplo. Portanto, é importante ficar de olho nos relatórios de satisfação do cliente para melhorar continuamente o que está sendo vendido e entregue.

Relatórios de Produtividade

Esses relatórios dão uma visão geral do que está acontecendo na organização em função do tempo, mostrando como várias áreas da empresa estão se comportando no período selecionado.

Aumento de clientes, vendas, leads, awareness e outros indicadores, por exemplo, podem levar para intervenções pontuais, criação de processos para resolver uma questão problemática ou, ainda, para otimizar o que já está funcionando bem. Assim, conhecer o desempenho ao longo do tempo, considerando várias frentes de análise, é importante para a evolução empresarial.

Use um Sistema ERP para gerar seus relatórios gerenciais

Como vimos ao longo do conteúdo, os relatórios gerenciais são fundamentais para o crescimento da empresa através do acompanhamento de diversos indicadores organizacionais. Com eles, os gestores podem ter visões macros do desempenho de setores para, dessa forma, tomarem as melhores decisões possíveis.

Portanto, para que esse objetivo seja atingido com sucesso, é preciso um ERP robusto e competente para auxiliar o gestor nessa árdua tarefa. Dessa forma, o Sintec NF-e 4 surge como uma grande solução para administração empresarial ou comercial, oferecendo as ferramentas necessárias para o melhor gerenciamento empresarial.

Quer saber mais? Solicite uma demonstração gratuita com nossos consultores, conheça a nossa solução para relatórios gerenciais e eleve a sua gestão para um novo patamar.